Cateter PowerPICC SOLO™2 3CG

O cateter PowerPICC SOLO™ é solução universal unindo cateter valvulado, poliuretano de terceira geração tecoflex e Sistema de Confirmação de Ponta Sherlock 3CG™ com alto poder de injeção e manutenção apenas com solução salina. É indicado para terapias com infusões múltiplas, injeção de meios de contraste para diagnóstico por imagem e monitoramento da pressão venosa central (PVC).

Atributos

  • Sistema de confirmação da ponta do cateter com tecnologia TCS integrado
  • Válvula SOLO2™.
  • Vias independentes que permitem infusões simultâneas de fármacos incompatíveis.

Benefícios

  • Redução da lesão endotelial por ser biocompatível e termissenssível. (1)
  • Cada válvula SOLO possui uma fenda central e duas fendas laterais, reduzindo a hemólise durante as coletas de amostra de sangue. (1)
  • A válvula SOLO controla o fluxo de fluídos no interior do cateter reduzindo o refluxo passivo de sangue. (1)
  • Alto poder de injeção suportando 5ml/seg. permitindo a realização de imagens diagnósticas. (1, 3, 4, 5)
  • Reverse Tape presente nos últimos 3cm, favorecendo uma melhor hemostasia do sítio de inserção. (1)
  • Dispensa o uso de heparina para manutenção. (1)
  • Para os pacientes ambulatoriais a manutenção pode ser realizada semanalmente. (1)
Veja abaixo Referências e Melhores práticas

E para receber estudos, artigos, materiais de capacitação e mais informações sobre nossos produtos, clique aqui.

Categoria: Tags: ,

Visite Learning For Life para encontrar guidelines, estudos, vídeos e outros conteúdos de capacitação e aprendizado.

Referências

1. Instruções de uso de POWERPICC 3CG e POWERPICC SOLO2 3CG, são marcas BD.
2. Balsorano, P et al. Peripherally inserted central catheter–related thrombosis rate in modern vascular access era—when insertion technique matters: A systematic review and meta-analysis. The Journal of Vascular Access. DOI: 10.1177/1129729819852203. journals.sagepub.com/home/jva.
3. Pittiruti, M et al. Clinical experience with power-injectable PICCs in intensive care patients. Critical Care 2012, 16:R21. http://ccforum.com/content/16/2/425. doi:10.1186/cc11181.
4. Buijs, S.B. et all Systematic review of the safety and efficacy of contrast injection via venous catheters for contrast-enhanced computed tomography. European Journal of Radiology Open 4 (2017) 118–122.
5. Cotogni, P and Pittiruti, M. Focus on peripherally inserted central catheters in critically ill patients. World J Crit Care Med 2014 November 4; 3(4): 80-94
6. Pettit, J. Technological Advances for PICC Placement and Management. Advances in Neonatal Care • Vol.
7, No. 3 • pp. 122-131 7. Fidler, H.L., The Use of Bedside Ultrasonography for PICC Placement and Insertion. Advances in Neonatal Care • Vol. 11, No. 1 • pp. 52-53
8. INS, 2016 – Section Five: Vascular Access Device (VAD) Selection and Placement. Pág. S51 -S52

BD-63925